Impressoras 3D conquistam espaço e já são realidade dentro das empresas

Repor peças que saíram de circulação, testar novas ideias, elaborar protótipos e até produtos finais… A lista de aplicações da impressão 3D na indústria cresce em ritmo acelerado.
Incorporada nos mais diferentes tipos de negócios, grandes empresas como Alpargatas e multinacionais, como Fiat, MAN e ThyssenKrupp, são algumas das que já contabilizam os ganhos da aplicação, com redução de prazos e ganhos de eficiência.

Levantamento da consultoria americana Wohler Associates indica que os negócios com impressoras 3D movimentaram US$ 5,1 bilhões no mundo em 2016, uma evolução de 30% na comparação com 2015. Até 2020, a estimativa é que a cifra chegue a R$ 21 bilhões. Outra consultoria, a Gartner, estima que, em 2016, existiam no mundo 455,7 mil unidades de impressão 3D, número que deve saltar a 6,7 milhões em 2020.

Veja a matéria completa, clicando aqui.

Fonte: Pequenas Empresas, Grandes Negócios